Licensa

15/01/2015

DAS PEDRAS - Por Cora Coralina


Ajuntei todas as pedras 
que vieram sobre mim. 
Levantei uma escada muito alta 
e no alto subi. 
Teci um tapete floreado 
e no sonho me perdi. 

Uma estrada, 
um leito 
uma casa, 
um companheiro. 
Tudo de pedra. 

Entre pedras 
cresceu a minha poesia. 
Minha vida... 
Quebrando pedras 
e plantando flores. 

Entre pedras que me esmagavam 
Levantei a pedra rude 
dos meus versos. 


©CORA CORALINA 
In Meu Livro de Cordel, 1998 

Nenhum comentário:

Postar um comentário