Licensa

14/04/2014

Que lição tirar de O Céu de Outubro?

Assim como os estudantes do interior dos EUA, é possível aprender a lutar pelos próprios sonhos com paciência e trabalho em equipe
FILME: O Céu de Outubro, dirigido por Joe Johnston, com Jake Gyllenhaal e Chris Cooper, 1999. 
A HISTÓRIA: O adolescente Homer Hickam (Jake Gyllenhaal) vive em uma cidade no interior dos EUA que vive basicamente da mineração. Ao saber que os russos lançaram o satélite Sputnik ao espaço, ele começa a sonhar em colocar um foguete em órbita. Para isso, Homer convence alguns amigos a ajudarem e, com o apoio de uma professora, dá início ao projeto que irá mudar sua vida para sempre. 
QUEM INDICA: o jornalista Paulo Maffia. "O filme mostra que a caminhada rumo ao sucesso é lenta, mas necessita de pessoas com pequenas iniciativas em vários momentos, como a professora. Uma mulher dessas consegue mudar o rumo da humanidade". 
POR QUE VER: "A grande lição é o papel dessa experiência, de como transformar as coisas por meio da prática. Aquele grupo de meninos está ali fazendo coisas. Não está simplesmente vendo conteúdos. O sonho está ali, junto, embrenhado, mas está embrenhado na prática. É uma prática transformadora do cenário social. A superação de obstáculos, o acreditar nos sonhos", avalia Zilton Salgado, professor de artes, filosofia e sociologia do Colégio Vértice, de São Paulo. 
QUE BOM EXEMPLO TIRAR: "O papel da tutoria dessa professora. Conduzir o ideal até a prática. Um caminho muito simpático de como se trabalhar com um projeto. O professor que trabalha com um grupo menor, que encabeça um grupo, faz a diferença na formação de quem tem esses anseios por saber mais", diz Salgado. Fonte

Nenhum comentário:

Postar um comentário