Licensa

19/03/2014

Aprender a ler: etapa decisiva da formação de leitores

Nos anos iniciais do Ensino Fundamental espera-se que a alfabetização, que inclui o aprendizado da leitura e constitui ação decisiva para a continuidade do processo de formação, seja consolidada. A apropriação da escrita supõe trabalho organizado de conhecimentos sobre a língua, segundo um planejamento sistematizado em níveis de complexidade que ajude a criança no difícil trabalho de decifração, sem a qual não se alcança o sentido dos textos. Quando está sendo alfabetizada, a criança passa a compreender que falar e escrever, apesar de ambas as modalidades servirem para comunicar, contam com habilidades muito diferentes. Nessa fase de descobertas sobre a língua, as comparações entre a escrita e a oralidade se intensificam, no estabelecimento de relações entre os sons e os sinais gráficos. As contribuições para o êxito dessa etapa se concretizam sob a forma de diferentes estímulos que ocorrem concomitantemente a atividades voltadas à alfabetização. A leitura compartilhada de bons textos – literários, jornalísticos, publicitários etc. –, que encorajem o processo e o tornem mais prazeroso, pode ser um bom caminho. A escolha dos textos, das frases, das palavras, em suportes – impressos e em tela –, que se reconhecem no mundo social, quando bem feita, influi positivamente para esse aprendizado, tornando-o mais interessante para as crianças. Na formação de leitores, aprender a ler é uma etapa – com tempo de começar e com tempo de terminar – que corresponde a uma parte, a mais importante delas, desse processo. Mas esse aprendizado não para por aí. Fonte

Nenhum comentário:

Postar um comentário