Licensa

03/01/2013

Um conto sufi

Tumblr_mdp4phlbyj1rdyckwo1_500_large
O xeique Djunaid tinha um jovem discípulo de quem gostava muito, mais até do que de todos os outros. Essa preferência acabou por despertar ciúmes entre seus seguidores mais antigos. O xeique, como conhecia os corações dos homens, rapidamente se deu conta disso e reuniu os discípulos descontentes e disse
- Apesar de muito jovem, sei que ele é superior a vocês, tanto em bondade como em compreensão. Confio inteiramente nele. Mas, se estiver enganado, quero que vocês apontem meu erro. Assim sendo, mudarei de opinião. 
Dizendo isso, propôs um único teste para todos. Radiantes com a oportunidade, os mais antigos aceitaram prontamente o desafio. 
Então o xeique ordenou que trouxessem 20 pássaros. E disse aos discípulos: 
- Cada um de vocês pegue um pássaro, leve-o a um lugar onde ninguém os veja, mate-o e traga-o imediatamente para que eu possa atestar que a ordem foi cumprida. 
Todos os discípulos, ansiosos para provar que também eram dignos da confiança de seu mestre, saíram, mataram os pássaros e os trouxeram de volta. Todos, exceto o discípulo favorito. Ele regressou com seu pássaro vivo, que carinhosamente aninhava em suas mãos. 
- Por que não o matou? ¿ perguntou o xeque. 
- Porque o mestre disse que teria de fazê-lo em um lugar onde ninguém pudesse nos ver. ¿ respondeu. 
Mas em todos os lugares a que fui, o olhar de Alá estava sempre presente! 
- Essa é a medida da compreensão dele! Exclamou o xeique Djunaid, voltando-se a seus discípulos. 
- Agora podem compará-la com a de vocês! 
Os seguidores mais antigos então se ajoelharam e pediram perdão a Alá por sua ignorância. E reconheceram a grandeza do coração do jovem aprendiz. Fonte

Nenhum comentário:

Postar um comentário