Licensa

06/01/2013

Projeto Trilhas: "Os sete cabritinhos"

Tumblr_liuhhqpmed1qi4ucgo1_r1_400_large
Sinopse - "Os sete cabritinhos" - Releitura de um conto clássico, recontado por Xosé Ballesteros e ilustrado por Sofía F. Rodrigues e Ana Míguez. Sete cabritinhos ficam sozinhos em casa quando a mãe deles vai às compras. Ela pede que eles não abram a porta para ninguém. Porém, um lobo ouve tudo e, enganando os cabritinhos, consegue entrar na casa. Não perca esta história ilustrada com bonecos de massinha.
O autor, Xosé Ballesteros, nasceu em Vigo, em 1956. Escritor, editor e especialista em literatura infantil, trabalha há 18 anos no ramo editorial e promove oficinas literárias. Escreveu diversos livros, entre eles "O pequeno coelho branco" e "Tio Lobo", também publicados pela Callis Editora.

Ana Míguez (Soutomaior, Pontevedra, 1968) Diplomada como professora e licenciada em Belas Artes. Exerce como professora de desenho num Instituto de Educação Secundária de Cáceres. Participou em várias exposições de pintura, gravura, fotografia e criação em vídeo. 

Sofia Fernández Rodríguez (Pontevedra, 1968) Licenciada em Belas Artes. Trabalha como professora de desenho num Instituto de Educação Secundária de Cáceres. Participou em várias mostras de fotografia e criação em vídeo, realizadas em Pontevedra, Madrid, Santiago e Vigo, entre outras localidades.
O que é releitura?
Assim como existem diversas interpretações de uma obra de arte, existem diversas possibilidades de releituras dessa obra. Uma boa releitura irá depender de uma boa compreensão na leitura da obra. Reler uma obra é totalmente diferente de apenas reproduzi-la, pois é preciso interpretar bem aquilo que se vê e exercitar a criatividade. Ao recriar uma obra não é necessário empregar a mesma técnica usada pelo artista na obra original. Na releitura de uma pintura podemos utilizar outras formas de expressão artística como o desenho, a escultura, a fotografia ou a colagem. O mais importante é criar algo novo que mantem um elo com a fonte que serviu de inspiração. Uma boa proposta de releitura se baseia em um conhecimento prévio do artista e da obra: a época em que ele viveu, sua biografia, artistas que admirava, outros artistas de seu tempo, o tema da obra e de outros trabalhos seus, a técnica utilizada, etc. Há inúmeros casos de grandes artistas que a utilizaram para se aperfeiçoar, homenagear seus mestres ou alguma obra em especial. No caso das artes, as atividades de releitura possuem um enorme valor educativo e, algumas vezes, geram resultados que se tornam conhecidos e resultam em uma sequência de obras, em outros tempos e estilos. Existem vários exemplos disso na arte, como é o caso da pintura "Almoço na Relva" de Manet que inspirou o quadro de Picasso. Manet se inspirou em "Concerto Pastoral" de Giorgione e em uma gravura de Marcantonio Raimondi, "O Julgamento de Paris", gravura baseada em desenho de Rafael Sanzio. Ou, ainda, "O Balcão de Manet" de Magritte, releitura de "O Balcão de Manet", que releu "O Balcão de Goya". Fonte
"Era uma vez uma cabra que tinha sete cabritos. Viviam numa cabana no meio do bosque. A cabra pedia sempre aos filhos que não brincassem longe da casa, pois naquele bosque rondava um lobo muito feroz. Um dia, a cabra foi fazer compras à aldeia e disse aos cabritos: “Não abram a porta a ninguém até que eu regresse”...
Tumblr_lslp7tutmb1qe0pd9o1_500_large

Clique com o botão direito em: "abrir link em uma nova guia"

Nenhum comentário:

Postar um comentário