Licensa

04/11/2012

O pequeno leitor - Estrelas da noite

Estrelas da Noite
Estrelas da Noite Por: Stela Loducca
Ilustração: Renato Moricon
Não adianta, falar sobre morte com crianças é um tema inevitável. Sempre presenciamos casos de falecimento nas famílias de estudantes, e a dor da perda precisa de momentos de reflexão para ser superada.
Trabalhar com um projeto sobre o assunto pode trazer grandes benefícios, mesmo que não estejam passando pelo problema, mas como forma de preparar os pequenos para o assunto.
Independente da série, a morte deve ser encarada, pois são vários os fatores que podem acometer uma pessoa: doenças, velhice, acidentes, assaltos, fatalidades do mundo moderno.
Além de pessoas, os animais de estimação estão presentes em muitos lares, sendo as crianças as que mais sofrem com as perdas dos bichanos.
Em roda de conversa, expor o assunto é uma forma de identificar quais os conceitos que seus alunos possuem, se já perderam algum ente querido, como encaram a morte, o que se pode fazer para confortar alguém que está sofrendo uma perda, etc.
Dependendo do contexto social em que os alunos vivem, podemos saber se estão acostumados ou não a lidar com a morte. Normalmente crianças e jovens que vivem na periferia, lidam melhor com o assunto, pois a violência nessas regiões é fato corriqueiro. (...)
Almofadas com carinhas podem ajudar bastante. Em tecido preto, podem montar um conjunto com as seguintes expressões: triste, chorando, alegre, desconfiado, com medo, bravo, dentre outras. Com as mesmas, a criança que tem mais dificuldade em expor seus sentimentos pode escolher uma que represente o que está sentindo.
Outra forma de aliviar o sentimento é dando folhas para desenho livre. Nessas, a criança pode representar o que sente até mesmo pelas cores que usa. As cores escuras caracterizam agressividade, medo ou insegurança, mas essa é uma ótima forma de por para fora os sentimentos que incomodam.
Se a criança preferir compartilhar o sofrimento, melhor. Chame a turma para sentar em roda, pois tem um assunto sério para tratar. Exponha a verdade para a classe e deixe que cada um se manifeste com palavras de carinho ao sentimento do colega. É incrível, mas as crianças e os adolescentes são muito solidários, falam coisas lindíssimas e chegam a chorar junto com o amigo que sofre.
Algumas histórias da Disney tratam do tema e podem ajudar a confortar. O Rei Leão é uma delas, onde o filho perde seu pai de forma trágica. Bambi também retrata a morte, porém da mãe. Além desses, existem vários livros que abordam o assunto, basta dar uma pesquisada em uma boa livraria.
Se a criança ou adolescente se tornar agressivo, jamais incentive o revide, pois a agressividade do mesmo é uma manifestação de dor, da frustração pela perda, de insegurança. Procure tranquilizá-lo dando um forte abraço e dizendo que você está ali para ajudá-lo. Disponha sempre de muita paciência, atenção e carinho.
Dica de leitura para complementar o trabalho:

• Míni Larousse do Universo Série: Míni Larousse. Neste livro o pequeno leitor vai conhecer as curiosidades do Sol, das estações do ano, do Sistema Solar, da Via Láctea e das primeiras viagens do homem ao espaço. Autor: Larousse Ilustrações: Anaïs Massini Editora: Larousse 
• Míni Larousse da Noite Série: Míni Larousse. Neste livro, o pequeno leitor descobre o que acontece durante a noite. A obra explica quais são os bichos que ficam acordados e seus hábitos, por que existe dia e noite, e apresenta algumas estrelas do céu. Autor: Larousse Ilustrações: Vicent Desplanche Editora: Larousse 
• Rita Sapeca no Mundo da Lua. Esta noite, Rita Sapeca não vai pra cama. Ela põe um casaco, pega a lanterna e sobe a colina atrás de seu pai, porque esse é o melhor lugar para observar as estrelas. Autor: Peral Ilustrações: Schmurt Tradução: Bella Goldstein Editora: Larousse Júnior
Sugestões de atividades:

Materiais:
• 1 caixa de pizza (de preferência sextavada ou quadrada)
• 1 folha de papel que imite pedra
• Cola
• Tesoura
• Hidrocor preta
• 1 pedaço de papelão ou papel-cartão vermelho cortado como um triângulo retângulo (molde)
• Estilete

1. Se a caixa for quadrada, corte-a conforme o molde.
2. Com o estilete, faça um corte do meio até perto de uma das laterais.
3. Encape a caixa com o papel pedra e refaça o corte no papel.
4. Faça a marcação do relógio (molde).
5. Encaixa o triângulo de papelão neste corte. 
Materiais:
• Tubo de PVC branco para esgoto medindo 2 polegadas de diâmetro e 45 cm de comprimento 
• 1 luva simples de esgoto (encontrada em lojas de materiais de construção) 
• 1 luva marrom de redução (encontrada em lojas de materiais de construção) 
• Papel adesivo preto brilhante 
• Fita adesiva preta
1. Encape todas as peças com a fita adesiva.
2. Fixe a luva simples na luva de redução com a fita adesiva.
3. Encaixe-as no cano de PVC.
Dica esperta!
Para que a luneta funcione, coloque lente incolor de óculos com 1 grau positivo em cada extremidade. Fonte

Nenhum comentário:

Postar um comentário