Licensa

20/11/2012

História do Dia Nacional da Consciência Negra

226052_360283124049884_1512955112_n_large
Esta data foi estabelecida pelo projeto lei número 10.639, no dia 9 de janeiro de 2003. Foi escolhida a data de 20 de novembro, pois foi neste dia, no ano de 1695, que morreu Zumbi, líder do Quilombo dos Palmares.
A homenagem a Zumbi foi mais do que justa, pois este personagem histórico representou a luta do negro contra a escravidão, no período do Brasil Colonial. Ele morreu em combate, defendendo seu povo e sua comunidade. Os quilombos representavam uma resistência ao sistema escravista e também um forma coletiva de manutenção da cultura africana aqui no Brasil. Zumbi lutou até a morte por esta cultura e pela liberdade do seu povo.
Importância da Data
A criação desta data foi importante, pois serve como um momento de conscientização e reflexão sobre a importância da cultura e do povo africano na formação da cultura nacional. Os negros africanos colaboraram muito, durante nossa história, nos aspectos políticos, sociais, gastronômicos e religiosos de nosso país. É um dia que devemos comemorar nas escolas, nos espaços culturais e em outros locais, valorizando a cultura afro-brasileira. 
A abolição da escravatura, de forma oficial, só veio em 1888. Porém, os negros sempre resistiram e lutaram contra a opressão e as injustiças advindas da escravidão. 
Vale dizer também que sempre ocorreu uma valorização dos personagens históricos de cor branca. Como se a história do Brasil tivesse sido construída somente pelos europeus e seus descendentes. Imperadores, navegadores, bandeirantes, líderes militares entre outros foram sempre considerados heróis nacionais. Agora temos a valorização de um líder negro em nossa história e, esperamos, que em breve outros personagens históricos de origem africana sejam valorizados por nosso povo e por nossa história. Passos importantes estão sendo tomados neste sentido, pois nas escolas brasileiras já é obrigatória a inclusão de disciplinas e conteúdos que visam estudar a história da África e a cultura afro-brasileira. Fonte
Consciência negra o ano todo
Literatura Africana em sala de aula
Teste História dos Negros no Brasil
A questão é polêmica: O que vocês acham disso?
Respeitáveis ícones da cultura afro-brasileira falam sobre o Dia Nacional de Zumbi e da Consciência Negra Fonte
Prof. Dr. Hédio Silva Jr., Advogado e Professor de Direito Penal na Universidade Zumbi dos Palmares
“Zumbi dos Palmares é exemplo único de herói nacional cujo heroísmo foi resgatado nas ruas, nos manifestos contra o racismo, nos enredos das escolas de samba, nas letras da música popular brasileira, nas lutas do Movimento Negro brasileiro. Posteriormente o nome Zumbi foi inscrito no Panteão dos Heróis Nacionais e nos livros didáticos de história. Esta trajetória singular ilustra a força do legado de Zumbi dos Palmares e o quanto seu exemplo de vida prossegue inspirando todos os brasileiros que lutam por justiça e igualdade.”
Deputado Domingos Dutra (PT/MA)
“O dia 20 de novembro, simbolicamente dedicado a Zumbi dos Palmares, representa o grito de todos os negros e negras do Brasil por liberdade, justiça e em protesto pelos horrores da escravidão e pela teimosia da exclusão. O dia 20 de novembro é a referência de lutas por um Brasil livre e justo para todos”.

Elisa Larkin Nascimento
“É de suma importância para o Brasil, porque aponta para a profunda e urgente necessidade de compreender a ampla e complexa dimensão da presença africana no país e no mundo. A tradição de matriz africana, junto com a indígena, fundamenta as nossas possibilidades de enfrentar o grande desafio do nosso tempo: viver em harmonia com a natureza e sustentar a convivência entre os povos”.
Max de Castro
“O dia 20 novembro é certamente um dia de vitoria. Resultado de muita luta, um presente para todos. Dia de reflexão, celebração e comunhão de povos. Dia de lembrar o passado para fazer um futuro melhor. é muito bonito poder ter um dia para homenagear quem através dos anos vem ajudando a construir nosso país”.
Estatuto da Igualdade Racial:
Obras de arte:
Divulgação.
Grafite e aquarela sobre papel de Wilson Tibério (1923-2005). Foto: Divulgação.
Negros Pintores - Pintura dos séc. 19 e 20
"O artista é mais conhecido pelos pequenos retratos de negros e negras realizados a óleo sobre madeira ou a guache sobre papel, “com maestria e com uma certa tensão expressionista”, segundo avaliação de Emanoel Araujo. Tobias tem obra pouco pesquisada ainda, apesar da qualidade e do empenho do artista em desenvolver a técnica pictórica." Fonte
Benedito José Tobias, Retrato de homem negro, Século XX
(Óleo sobre madeira) Associação Museu Afro Brasil
Negros Artistas - João Timótheo da Costa

Negros Artistas - Estevão Roberto da Silva

Negros Artistas - Emmanuel Zamor
Negros Artistas - Artur Timótheo da Costa

Negros Artistas - Benedito José de Andrade

Nenhum comentário:

Postar um comentário