Licensa

11/08/2012

Origami e arte

"Eu fico bem emocionado quando encontro alguma arte que utiliza o origami de uma forma inusitada. É como se um limite que existia no origami fosse quebrado, dando origem a novas ideias que alimentam as nossas. 
Foi o que aconteceu quando vi as instalações de rua feitas pela artista Mademoiselle Maurice. Ela tomou contato com o origami nos anos em que viveu no Japão e pelo 11 de março de 2011 quando aconteceu o vazamento de radiação na usina de Fukushima, oportunidade em que tomou contato com a estória de Sadako e a lenda dos 1000 tsurus. Usando a frase de Harald Zindler – ativista do Greenpeace:  ”O otimismo da ação é melhor que o pessimismo do pensamento”, ela expressa sua arte com alegria e cor que a princípio pode parecer ingênuo, mas que diz muito". Fonte
Origami é a arte tradicional e secular japonesa de dobrar o papel, criando representações de determinados seres ou objetos com as dobras geométricas de uma peça de papel, sem cortá-la ou colá-la.
O origami usa apenas um pequeno número de dobras diferentes, que no entanto podem ser combinadas de diversas maneiras, para formar desenhos complexos. Geralmente parte-se de um pedaço de papel quadrado, cujas faces podem ser de cores ou estampas diferentes, prosseguindo-se sem cortar o papel. Ao contrário da crença popular, o origami tradicional japonês, que é praticado desde o Período Edo (1603-1897), frequentemente foi menos rígido com essas convenções, permitindo até mesmo o corte do papel durante a criação do desenho, ou o uso de outras formas de papel que não a quadrada (retangular, circular, etc.). Fonte


Além de benefícios como:
Criatividade; Atenção; Concentração; Raciocínio lógico; Visualização espacial; Interação social.
O origami é muito usado por quem está ainda aprendendo matemática; é um meio lúdico muito utilizado para que a criança se familiarize rapidamente com as figuras geométricas e aprenda as noções básicas de medidas.
Quem aprende origami consegue desenvolver as habilidades motoras das duas mãos, já que são necessárias o uso conjunto delas para se formar alguns símbolos; desenvolve as habilidades intelectuais e a criatividade usando todos os hemisférios do cérebro; desenvolve a memória, paciência e a atenção, já que as regras precisam ser seguidas a risca.
E além de todos esses benefícios, a pessoa que trabalha com origami desenvolve o orgulho próprio e o sentimento de ela mesma ter conseguido a proeza de formar um símbolo sozinho; isso faz com que ela queira se aperfeiçoar constantemente. Fonte

2 comentários:

  1. Sou suspeita pra falar em Arte, mas não canso de dizer amooooo tudo o que ela envolve!
    O Origami ainda é um espaço que não domino, mas dia desses pretendo aprender. Quando vejo uma arte em Origami, vejo não apenas pedacinhos de papel dobrados, mas um pouco da vida do artista ali...cada cor escolhida, cada dobra mais perfeita que a outra me mostra um pouco da pessoa que o fez...a Arte deve ser vista sempre assim: com sensibilidade.
    Beijos e bom final de noite amiga!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Arte é tudo!!!!
      Amo também!!!!
      Obrigado pela visita
      Beijos
      Rose

      Excluir