Licensa

05/06/2012

Os bichos que tive - Sylvia Orthof


Um pouco sobre a autora
Nascida no Rio de Janeiro, em 1932, Sylvia Orthof estudou teatro em Paris. Foi atriz profissional durante muitos anos, tendo integrado o elenco do Teatro Brasileiro de Comédia. 
Foi professora de teatro da Universidade de Brasília e coordenadora de Teatro do Sesi. Começou a escrever pequenos trechos de dramaturgia para seus alunos. Em 1975, ganhou o primeiro lugar no Concurso Nacional de Dramaturgia Infantil Guaíra, do Paraná, com o texto A viagem de um barquinho (publicado pela Editora Moderna). Em 1981, tornou-se colaboradora no setor de histórias infantis da revista Recreio, da Editora Abril. Publicou mais de cento e oitenta títulos. Ganhou diversos prêmios, entre eles: O Melhor Para a Criança; Jabuti; Certificado de Honra do IBBY; Prêmio Molière de Teatro Infantil. Faleceu em 1997.
Resenha 
Em Os bichos que tive, Sylvia Orthof conta histórias que viveu em sua infância com alguns bichos de estimação. Mas não pensem que esta autobiografia narra apenas histórias de bichos comuns como cachorro, gato ou coelho. Há também as aventuras de uma rãzinha, de um bicho-de-pé que ela teve em seu dedão, de um bicho-carpinteiro, de um elefante e até a história de um bicho-papão. O texto transporta o leitor para a infância da autora de forma mágica, com a graça e a delicadeza do olhar de uma criança, levando-o para o tempo do acontecido. Quem lê o livro não consegue resistir à vontade de recordar suas próprias histórias vividas com algum dos bichos que passaram por sua vida. Nas ilustrações, podemos perceber a cumplicidade de Gê Orthof com a autora, sua mãe, com quem viveu algumas dessas histórias. Também encontramos nelas humor e delicadeza para retratar todo esse “zoológico” das memórias de Sylvia.

Depois da leitura 
1. Peça que os alunos escolham dentre as histórias qual é a mais inacreditável, a mais pitoresca, a mais ousada, a mais esquisita, a mais engraçada, a mais triste. 

2. Verifique com a classe: quais animais são improváveis de ser de estimação? Quais histórias do livro tratam de animais inventados? 

3. Proponha um exercício que faça os alunos observarem a importância do narrador em primeira pessoa em uma autobiografia. Peça a eles que escolham alguma história e a recontem como se houvesse um outro narrador que não a autora, Sylvia Orthof. Faça sugestões para que o narrador tenha uma visão da história diferente da narradora autora. Ele pode ter uma visão menos engraçada, pode enfocar mais os aspectos tristes etc. Socialize as novas versões e comente as diferenças. 

4. Invente com a classe uma história maluca sobre algum animal de estimação. Escolha com a classe qual pode ser o animal, quem pode ser o seu dono etc. Desenvolva a história escrevendo os elementos principais no quadro. Peça para os alunos desenvolverem a história no papel, fazendo as ilustrações. Ao final, faça uma exposição das histórias e observe com os alunos como cada um ilustrou a mesma história. Quais são as semelhanças? Quais são as diferenças? 

5. Organize com sua turma uma noite de “causos” de animais de estimação, reais ou inventados. Cada estudante pode preparar uma história ou um “causo” e contar numa roda. O local do sarau pode ser decorado com fotografias dos alunos com seus animais de estimação ou com desenhos que ilustrem seus animais inventados. Comes e bebes podem ser preparados especialmente para o sarau.
"Quiz" Voz dos bichos - Atividade complementar
Não são só as pessoas que precisam se comunicar. Animais também fazem isso, mas de outras maneiras. Será que você sabe como é chamada a voz de cada bicho? Faça o teste e descubra!

4 comentários:

  1. na minha escola tem esse livro os bichos que tive eu gostei muito dessa historia

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado pela visita!
      Volte sempre!
      Rose

      Excluir
  2. Anônimo1.4.13

    Peguei esse livro na biblioteca, e já gostei logo de cara! adorei seu blog

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado pela visita!
      Volte sempre!
      Rose

      Excluir