Licensa

29/06/2012

Alessandro Safina - Luna

Coro: Apenas você consegue ouvir a minha alma, apenas você consegue ouvir a minha alma

Você, lua
Quantas são as canções que ressoam
Desejos que através dos séculos
Marcaram o céu para chegar a você
Porto para poetas que não escrevem
E seguidamente perdem suas cabeças
Você que acolhe os suspiros de quem sofre por amor
E doa um sonho a cada alma
Lua que me olha agora, ouça-me

Coro: Apenas você consegue ouvir a minha alma, apenas você consegue ouvir a minha alma

Você, lua
Que conhece o tempo da eternidade
E a trilha estreita da verdade
Faça mais luz neste meu coração
Este coração de homem que não sabe, não sabe

Que o amor pode esconder a dor
Como uma chama pode queimar-lhe a alma

Você, lua
Você clareia o céu e a sua imensidão
Nos mostra somente a metade que quer
Como quase sempre depois nós faremos
Anjos de argila que não voam
Almas de papel que se incendeiam
Coração como folhas que depois caem
Sonhos feitos de ar que desaparecem
Filhos da terra e filhos seus

Que sabe que o amor pode esconder a dor
Coro: Que sabe que o amor pode esconder a dor

Como a chama pode queimar-lhe a alma
Coro: Como a chama pode queimar-lhe a alma

Coro: A luz branca, minha deusa, silentissima arte deusa! ...

Mas é com o amor que respira o nosso coração
É a força que tudo movimenta e ilumina!...

Coro: Apenas você consegue ouvir a minha alma, apenas você consegue ouvir a minha alma

A luz branca, minha deusa, silentissima arte deusa! ...
Nascido em Siena, Itália, Safina foi incentivado no início da vida por sua mãe. Seu pai era também um cantor. O início do século 21 viu a ascensão do cantor italiano que combinou suas raízes com ópera moderna música pop. No final de sua adolescência Safina começou a apreciar pop e rock, inspirando-se bandas como Genesis , The Clash , Simple Minds e U2 . Pouco tempo depois, ele começou a combinar a ópera e gêneros pop.
Nos anos 90, Safina foi descoberto pelo famoso italiano pianista / compositor Romano Musumarra, e os dois logo começaram a gravar juntos, em uma tentativa de realizar o sonho Safina de criar uma "ópera pop com alma nova" para fruição. O resultado foi a estreia auto-intitulado Safina, emitida em setembro de 2001. Continha uma única música chamada "Luna". A canção é principalmente sobre como encontrar um amor perdido há muito tempo.
fonte
Alessandro Safina - Luna (Live)

Nenhum comentário:

Postar um comentário