Licensa

28/05/12

Jornal Mural - segunda edição


O Jornal Mural é um espaço de comunicação que veicula notícias, projetos educativos, conhecimentos gerais, expressões criativas, opiniões e iniciativas da escola e da comunidade. Além disso, é um projeto que pode ser utilizado como estratégia para mobilização de alunos e educadores para ações de interesse social, como campanhas e debates.

O Jornal Mural pode veicular conteúdos no pátio escolar, em corredores de grande acesso, nas salas de aulas e até na sala dos professores. Pode–se até criar um Jornal Mural literário para promover a leitura e mostrar os talentos artísticos literários entre alunos, educadores e membros da comunidade.

A construção colaborativa e cooperativa entre alunos e professores garantirá uma identidade comunicativa que reflita fielmente a comunidade escolar, proporcionando eficiência na comunicação dos conteúdos veiculados.

Vantagens
Estímulo à circulação da informação e do conhecimento.
Ampliação das possibilidades de aprendizagem.
Reflexão critica sobre os meios de comunicação.
Articulação dos conhecimentos e temas transversais.
Oferecimento de estratégias de aprendizado enfocando a leitura, a escrita, o olhar fotográfico e a pesquisa.
Democratização comunicativa no espaço escolar.
DO JORNAL DIÁRIO AO JORNAL MURAL:
1ª aula: leve exemplares de uma mesma edição de jornal diário de grande circulação na cidade. Divida os alunos em grupos e entregue um exemplar para cada grupo. Juntamente, entregue uma folha com as seguintes perguntas:
1) como está configurada a primeira página do jornal? (observar títulos, textos, fotos e anúncios);
2) o que chama mais a atenção do leitor na página examinada?
3) o que diferencia o título do conteúdo de uma notícia?
4) existe alguma notícia encontrada em página interna que poderia ser transformada em notícia principal da primeira página? Como ficaria o título dessa nova matéria? Terminado o exercício em grupo, os alunos voltam a um círculo grande. Convide um representante de cada grupo a socializar as respostas dadas a cada pergunta. Depois, inicie um diálogo com a turma, introduzindo conceitos importantes para o jornalismo, como, por exemplo, a diferença entre um fato que ocorreu em determinado local, envolvendo determinadas pessoas e a notícia produzida para falar deste fato; a hierarquia entre as notícias (notícias mais importantes e de menor valor) e como é composta a primeira página de um jornal (o que é manchete e seu significado).
Ao fim dos debates, entregue outra folha de orientação aos alunos com as perguntas: O quê? Onde? Quem? Quando? Como? Por quê?
Proponha como tarefa da semana que cada aluno identifique no jornal uma notícia que o impressionou. Solicite que, após a leitura da notícia, o aluno decomponha o texto, encontrando nele resposta para as perguntas o quê? Onde? Quem? Quando? Como? Por quê? O trabalho será entregue na próxima aula.
2ª aula: faça a socialização dos resultados do trabalho de casa voltado para a análise das notícias. Para tanto, as folhas de sulfite com as notícias serão expostas em lugar visível enquanto os alunos apresentam o resultado de suas análises. Depois converse sobre os resultados alcançados e em seguida, fazendo uso de exemplares de vários jornais do dia, explique como os jornais costumam agrupar as notícias em seções denominadas de “editorias” (internacional, economia,cultura,educação,etc.).
Peça aos alunos que, em grupo, observem o cotidiano de sua escola e registrem, numa folha, que áreas de interesse existem na escola que poderiam gerar notícias (por exemplo: festas, a chegada de equipamentos, o esporte, a performance artística de alunos, etc.)
3ª aula: os alunos, divididos em grupos pelas áreas de interesse que foram descritas na aula anterior, são convidados a identificar fatos que aconteceram recentemente e que mereceriam virar notícias. Peça que levantem os elementos que poderiam compor tais notícias: quem fez o quê? Onde a ação foi feita? Quando aconteceu? Como ou com que detalhes o fato ocorreu? Quais razões? O trabalho iniciado em aula deve ser prosseguido durante a semana, momento em que os grupos de alunos deverão procurar saber os detalhes do fato que está descrevendo por meio de pesquisa ou entrevistas.
4ª aula: as notícias, uma vez escritas, são lidas por representantes dos grupos para toda a classe. Para tanto, simule uma brincadeira em que os leitores representariam apresentadores de um telejornal. Depois, os outros comentam o que acharam da notícia, apontando o que está bom e o que pode ser melhorado. Cabe aos colegas estarem atentos, neste momento, à coerência do texto na resposta aos elementos constitutivos da notícia jornalística. Em seguida, os grupos reescrevem seus textos,com base nas sugestões dos colegas. Lembre à classe que quase tudo que é publicado nos jornais é fruto de um trabalho coletivo, em equipe.
5ª aula: solicite que cada subgrupo sugira um nome para um jornal mural. O título deve traduzir os objetivos do jornal que está para nascer. Feitas as sugestões, passa-se para a eleição do título. Escolhido o título, os subgrupos voltam a elaborar sugestões para as seções do jornal mural, levando em conta os conteúdos que pretendem abordar. Novamente se parte para a escolha final por meio do voto.
Depois, democraticamente, se discute o papel de cada um na equipe de produção (editor, repórter, ilustrador, diagramador). Lembre os alunos da importância de trocarem entre si os textos escritos para que seja feita a revisão, inclusive contando a com a participação do professor.
6ª aula: sugerimos que a montagem seja feita com papel pardo e outras ferramentas como caneta hidrocor, cartolina, fotos e ilustrações feitas pelos alunos ou recortadas de revistas.
Os textos precisam ser apresentados em letras grandes. Se forem impressos, podem ser ampliados para que sejam lidos à boa distância, sem dificuldade. É importante levar em conta que o leitor vai ler o texto a aproximadamente uns 50 centímetros de distância do jornal.
Os títulos das notícias também devem ser feitos com letras grandes e coloridas. O corpo do mural pode contar com tarjas e separadores coloridos, títulos chamativos e curiosos. Procure usar também fundos em cor para destacar determinadas informações; preparar ilustrações especiais para datas comemorativas, cívicas, etc. Atenção para a periodicidade (uma nova edição a cada 15 dias) e para um compromisso dos alunos em receberem as críticas que advirão. 
Equipe NCE-USP: Ana Paula Ignácio, Carmen Gattas Luci Ferraz,Salete Soares.Fonte

Nenhum comentário:

Postar um comentário