Licensa

07/04/2012

Vida no mundo contemporâneo: um percurso sem turbulências?

Liberdade, segurança, ansiedade, depressão: limites, patologias ou sintomas?
Com Benilton Bezerra, Mario Eduardo Costa Pereira, Leandro Chevitarese, Renato Janine Ribeiro, Maria Rita Kehl, Leandro Karnal, Luiz Felipe Pondé, Yves de La Taille, Carlos Nobre, Ricardo Guimarães. 
"A depressão é um sintoma da vida que a gente tem. Muitas vezes eliminar a depressão é uma maneira de você piorar a sua existência. Porque você elimina o sintoma que está ascendendo a luz vermelha e lhe indicando que a vida que você está levando não é boa de ser vivida" Benilton Bezerra
"Continua-se vendendo antidepressivo para tudo"(...) "É como se a vida tivesse que ser um percurso sem turbulências"(...) Maria Rita Kehl. 
"Quando a gente assume nas nossas próprias mãos a gestão de estar no mundo, a gente assume por um lado uma grande responsabilidade e por outro uma grande liberdade"(...) Mario Eduardo Costa Pereira.
"Hoje a tarefa de entregar-se compulsivamente ao consumo é uma válvula de escape"(...) Leandro Chevitarese

cartaz_doacao2008

Considerações sobre o tempo



 

Tempo Interno - "My Time"

ainda tenho tempo de estar só
"I still have time to be alone"
ainda tenho tempo
"I still have time"
ainda tenho tempo de estar só
"I still have time to be alone"
ainda tenho tempo
"I still have time"
olhei para dentro de mim
"I looked inside myself"
ganhei o canto
"I won the singing"
ganhei o tempo
"I got the time"
e a vida...
"and the life ..."


Pato Fu - Sobre o Tempo


Data - Sophia de Mello B. Andresen
[silencio.jpg]
Tempo de solidão e de incerteza
Tempo de medo e tempo de traição
Tempo de injustiça e de vileza
Tempo de negação.

Tempo de covardia e tempo de ira
Tempo de mascarada e de mentira
Tempo de escravidão.

Tempo dos coniventes sem cadastro
Tempo de silêncio e de mordaça
Tempo onde o sangue não tem rasto
Tempo da ameaça.

Nenhum comentário:

Postar um comentário