Licensa

21/01/2012

Lei Nº. 11.769 DE 18 DE AGOSTO DE 2008 – Trata da obrigatoriedade do ensino da música na educação básica.


MÚSICA NA ESCOLA PÚBLICA: DESAFIOS E SOLUÇÕES
Concluímos, na época, que deveríamos “estudar” melhor, o que realmente essa lei prevê. Porém, seria necessário refletir também: o que é o ensino de música? O que é o ensino das artes plásticas, do teatro e da dança na Educação Básica? E como desenvolver essas linguagens artísticas na escola?
O QUE SERÁ ENSINADO ÀS CRIANÇAS?
Segundo Clélia Craveiro, a lei não especifica conteúdos, portanto as escolas terão autonomia para decidir o que será trabalhado. (...) o mais importante seria trabalhar a coordenação motora, o senso rítmico e melódico, o pulso interno, a voz, o movimento corporal, a percepção, a notação musical sob bases sensibilizadoras, além de um repertório que atinja os universos erudito, folclórico e popular.
COMO A MÚSICA PODE SER INTRODUZIDA NO DIA A DIA ESCOLAR?
Pretendíamos que ficasse claro para os nossos professores que: “Não queremos formar músicos, mas desenvolver a criticidade para não aceitar tudo o que a mídia impõe conhecer as raízes da música brasileira, despertar o gosto pela música, preservar nosso patrimônio musical e aumentar o repertório musical nacional e internacional dos alunos".
Para que essa compreensão ocorra, trabalhamos com alguns conceitos, tais como:
O que é música?
O que é musicalização?
Para Bréscia (2003) a musicalização é um processo de construção do conhecimento, que tem como objetivo despertar e desenvolver o gosto musical, favorecendo o desenvolvimento da sensibilidade, criatividade, senso rítmico, do prazer de ouvir música, da imaginação, memória, concentração, atenção, auto-disciplina, do respeito ao próximo, da socialização e afetividade, também contribuindo para uma efetiva consciência corporal e de movimentação. As atividades de musicalização permitem que a criança conheça melhor a si mesma, desenvolvendo sua noção de esquema corporal, e também permitem a comunicação com o outro.

Desenvolvimento cognitivo / linguístico, (através da música); Experiências rítmico musicais que permitem uma participação ativa (vendo, ouvindo, tocando) favorecem o desenvolvimento dos sentidos das crianças.
Desenvolvimento psicomotor (através da música);
O ritmo tem um papel importante na formação e equilíbrio do sistema nervoso.
Desenvolvimento sócio afetivo (através da música);
As atividades musicais coletivas favorecem o desenvolvimento da socialização, estimulando a compreensão, a participação e a cooperação.
Quais são os atributos do som e como eles podem ser trabalhados pelo professor em sala de aula;
Altura: agudo, médio, grave.
Intensidade: forte, fraco.
Duração: longo, curto.
Timbre: é a característica de cada som, o que nos faz diferenciar as vozes e os instrumentos. 


Para trabalhar a noção de duração o educador pode pedir para que as crianças desenhem o som. Não é desenhar a fonte sonora, mas sim descrever a impressão que o som causou, se foi demorado ou breve, ascendente ou descendente. Por fim, para se trabalhar o timbre o educador pode pedir para que uma criança fique de costas para a turma enquanto estes cantam uma canção, ao sinal do professor todos param de cantar e apenas uma criança continua, a que estava de costas deve adivinhar quem continuou. Estas são apenas sugestões, existem diversos outros jogos que podem ser realizados. 
Através dessas atividades o educador pode perceber quais os pontos fortes e fracos das crianças, principalmente quanto à capacidade de memória auditiva, observação, discriminação e reconhecimento dos sons, podendo assim vir a trabalhar melhor o que está defasado. 
O que é método eurrítmico;
O método eurrítmico é um sistema de treinamento musical que utiliza a resposta do aluno ao ritmo proposto através de movimentos ritmico-corporais.
Ou seja, todos os elementos da música podem ser experimentados (vivenciados) através do movimento. Há um gesto para cada som e um som para cada gesto.
O que é eurritmia;
Método que se vale da resposta do aluno ao ritmo, mediante movimentos corporais, na Educação musical. Significa “bom ritmo”. Ninguém deve ser “excluído” (por exemplo: em uma apresentação segurar a bandeira). Jamais desistir do aluno
Definição do que é música erudita (alguns exemplos):
Leopold Mozart (1719 - 1787)
Johann Strauss (1825 - 1899)
Frédéric Chopin (1810 - 1849)
Ludwig Van Beethoven (1770 - 1827) (primeiro período)
Ludwig van Beethoven (1770 - 1827) (últimas obras)
Definição do que é parlenda 
As parlendas são conjuntos de palavras com arrumação rítmica em forma de versos, que podem rimar ou não. Geralmente envolvem brincadeiras, jogos ou movimento corporal, além de ensinar brincando.
O Macaco foi a feira
Batatinha quando nasce
Amanhã é domingo, pé de cachimbo.
Um, dois, feijão com arroz
Por detrás daquele morro,
O Papagaio come milho.
Palminha
Uni, duni,tê
Rei Capitão
Fui à feira
Os dedos
Meio dia
La em cima do piano
Salada, saladinha
Cadê o toucinho que estava aqui?
Bão Balalão
Corre,Cutia
Pedrinha


O que é percussão corporal
Sons acústicos, percusivos fortalecem, regularizam e re - equilibra os órgãos parafisicos do corpo humano, chamados de chakras. Que são os centros de forças Bio energéticos humanos
Participação do grupo Barbatuques no evento da FIFA em Johanesburg dia 08-07-2010 no lançamento do logo da copa de 2014 no Brasil.
JOGOS E BRINCADEIRAS
Escravos de jó - Variações
Professores do Curso de Musicalização Infantil da UFPR cantam "Escravos de Jó" acompanhado de uma coreografia rítmica com copos plásticos. Aula pública de encerramento do 2º semestre de 2009 - 28 de novembro de 2009.
CHU CHUA PIÑON FIJO.

TUE TUE! MUSICA AFRICANA INFANTIL

Gravado em 12 de março de 2009, no concerto final do Festival Coral Regina em Regina, Saskatchewan, Canadá. 600 cantores da escola pública estão cantando 'ter', uma cançãode Gana para expressar gratidão comunitários de saúde e bem-estar, organizadas por Demore.
TIQUEQUÊ – BOI SARAPINTADO.
Boi Sarapintado (Domínio Público). Trecho do espetáculo "Tu Toca o Quê?", gravado no Teatro Alfa (SP) no dia 27 de março de 2010.
MATERIAIS DISPONÍVEIS...
Como usar a música na sala de aula é mais um título da série "Como usar", da Editora Contexto, cuja proposta é aproximar os trabalhos de sala de aula à vida social dos alunos. Trata-se de uma obra estruturada para servir de apoio aos professores, fornecendo ferramentas para o lado prático do ensino. Isso se traduz em exercícios e muitos exemplos práticos que constituem-se num verdadeiro guia de atividades com músicas desenvolvidas para todas as disciplinas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário